Pecuária

Como age a halofuginona no tratamento para diarreia em bezerros

30 novembro 2021

A diarreia neonatal em bezerros pode ser prevenida e tratada com o medicamento formulado com halofuginona

O protozoário Cryptosporidium parvum está entre os principais agentes causadores da diarreia neonatal, um dos mais relevantes motivos de mortalidade em bezerros. Mesmo quando os animais sobrevivem à doença, as lesões causadas pela agressão ao epitélio intestinal deixam sequelas no desenvolvimento, reduzindo a eficiência alimentar e a produção de leite. As importantes perdas na produção causadas pela diarreia em bezerros podem e devem ser evitadas, e o único tratamento eficaz é com halofuginona.

Remédio para diarreia em bezerros é formulado com halofuginona

De acordo com o artigo ”Vaccine development for cryptosporidiosis: Systematic review”, publicado na Research, Society and Development, a halofuginona é o único medicamento recomendado para o combate da diarreia em bezerros causada pelo protozoário Cryptosporidium parvum. Trata-se de um agente antiprotozoário derivado de quinazolinona que tem eficácia comprovada contra o Cryptosporidium parvum. A substância age nos estágios de vida livre do parasita (esporozoíto, merozoíto), etapa que ele se torna mais infeccioso. Esse também é o momento em que os oocistos passam a ser excretados. Portanto, a halofuginona não apenas previne o desenvolvimento de sinais clínicos da doença, mas também reduz os níveis de infecção de outros bezerros por contaminação ambiental.

Prevenção da diarreia neonatal em bezerros deve começar nos dois primeiros dias de vida

Para a prevenção da doença, a recomendação é que o remédio para diarreia em bezerros formulado com halofuginona seja administrado nas primeiras 24 a 48 horas de idade. Já quando o animal tiver sido infectado com o Cryptosporidium parvum, deve-se dar início ao tratamento dentro das primeiras 24 horas após o início da diarreia. Em ambos os casos ocorre a redução da excreção de oocistos. A dosagem do medicamento deve seguir as indicações do fabricante.

Colostro tem papel fundamental na imunidade dos bezerros

O medicamento com halofuginona não pode ser administrado em bezerros com o estômago vazio. O remédio para diarreia em bezerros deve ser usado apenas após a alimentação com colostro, leite ou substituto do leite. A ingestão do colostro nas seis primeiras horas de vida é de enorme importância para a saúde dos bezerros. A partir da colostragem, o bezerro ingere imunoglobulinas e desenvolve a proteção imunológica. Além do tratamento de halofuginona contra o protozoário Cryptosporidium parvum, a ingestão do colostro também é parte do protocolo de prevenção contra a diarreia em bezerros.

Conclui-se, portanto, que o remédio para diarreia neonatal em bezerros formulado com halofuginona deve ser usado para a prevenção e tratamento da doença, evitando, assim, perdas significativas na produção. A enfermidade é um exemplo das especificidades do complexo aparelho digestivo dos animais ruminantes. Desta forma, é essencial entender a diferença na anatomia do seu trato digestivo para garantir um manejo correto.

Newsletter Universo da Saúde Animal

Sua fonte especializada de informações relevantes sobre Saúde Animal. Inscreva-se
gratuitamente e tenha acesso a atualizações veterinárias no Brasil e no mundo.